Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
 
Buscar
  • Rafael Moura

APCEF / ADEF faz jogo duro, mas acaba sendo derrotado para o Stein Cascavel na LFF


Foto: Lucas Rodrigues/ADEF

O representante do Distrito Federal na Liga Feminina de Futsal (LFF) voltou a entrar em quadra nesta segunda-feira, 11. No Paraná, a APCEF / ADEF encarou o Stein Cascavel e foi derrotado por 3 x 2 caindo para a quinta posição no torneio nacional com 15 pontos conquistados.


Em um primeiro tempo equilibrado, o dono da casa abriu o placar aos 16 minutos. A goleira Bianca fez um lançamento perfeito para Shirlei que dominou a bola e empurrou para dentro do gol. O segundo gol foi com pouco mais de um minuto: Camila fez 2 a 0 levando a vitória parcial para o intervalo.


O segundo tempo foi mais aberto. Correndo atrás do prejuízo, a APCEF / ADEF foi para cima e desperdiçava muitos gols, assim como o time da casa que não aproveitava os contra-ataques. Com cinco minutos de bola rolando, o time do Distrito Federal fez o primeiro: Let cobrou lateral para Ari que marcada e na resistência diminuiu. Faltando nove minutos para o fim do jogo aconteceu o empate: Vitória chutou forte, a goleira deu rebote, e Popó bem posicionada não perdoou.


Atual campeão da Taça Brasil, o Stein Cascavel foi para cima. A goleira Bruna chegou a acertar o travessão em um chute de média distância. A pressão foi suportada até os 55 segundos finais quando Alice fez jogada individual e chutou para dentro da área onde Tais fez o gol que garantiu os três pontos para o Stein.


A ala Popó lembrou que o time paranaense é um dos favoritos ao título. Para ela a sua equipe precisa caprichar mais nas oportunidades criadas para controlar os jogos com facilidade.


“Sabíamos da dificuldade do jogo pela qualidade do adversário e pelos desfalques (Novinha foi convocada para a seleção brasileira universitária e capitã Amanda estava suspensa). Estamos jogamos bem contra os grandes do futsal brasileiro e são detalhes para ajustar e voltar a vencer”, ressaltou a jogadora.


A APCEF/ADEF tem o apoio da Associação Brasileira de Odontologia (ABO-Taguatinga); do Governo do Distrito Federal (GDF); MGA Turismo e Eletrobrás Furnas.


Por: Rafael Moura

0 visualização0 comentário